Tio Orlando Viagens




Voltar

Covid-19: O que você precisa saber antes de viajar?

Não é novidade que os novos protocolos de segurança impostos por diversos órgãos de saúde farão ainda por muito tempo parte do nosso “novo normal” e devem ser levados a sério, principalmente para aqueles que aguardam a tão aguardada retomada do turismo internacional. ✈️

Pensando nisso, algumas medidas preventivas foram estipuladas para garantir uma maior tranquilidade entre as pessoas que estejam planejando viajar neste primeiro momento, como por exemplo, os testes pré e pós-viagem, fator essencial no controle da dispersão do novo coronavírus. ?

Vale ressaltar que, apesar dos testes não excluírem a importância e a necessidade da vacinação em massa, eles ainda assim são considerados vitais para viagens seguras a curto prazo.

BRASIL ➡️ ESTADOS UNIDOS

A partir de 26 de janeiro de 2021, os viajantes internacionais com destino final ou com conexão aos Estados Unidos devem apresentar resultados negativos no teste da COVID-19 antes de embarcar em seus voos com destino ao país. Os testes devem ser realizados respeitando a janela obrigatória de 72 horas antes da viagem.

Ou seja, passageiros com idade acima de 2 anos deverão apresentar o resultado do teste laboratorial a um funcionário da companhia aérea, por via de comprovação documentada em papel ou por meio eletrônico que pode ser visualizado em um smartphone.

Para passageiros que testaram positivo para a COVID-19 recentemente, o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) não recomenda a realização do teste novamente nos três primeiros meses após um resultado positivo, contanto que você não apresente nenhum sintoma relacionado ao coronavírus. Como alternativa, estes passageiros que já tiveram em contato com o vírus, neste curto período de tempo, poderão apresentar a “documentação de recuperação” que nada mais é do que dois documentos obrigatórios: o teste do resultado positivo e uma prova oficial como uma carta do seu profissional de saúde ou de um oficial de saúde pública que declara que a pessoa já se recuperou da doença e está liberada para viajar.

Apesar do CDC não exigir que os viajantes internacionais passem por uma quarentena federal obrigatória na chegada, recomenda-se que caso que os viajantes façam o teste novamente três a cinco dias após a chegada ao país por garantia e monitorem os seus sintomas durante toda a viagem.

ESTADOS UNIDOS ➡️ BRASIL

Vale ressaltar também que, é necessário que os testes sejam realizados em ambos os lados do destino, ou seja, ao fim da viagem, passageiros brasileiros também deverão apresentar um outro teste negativo para poder retornar ao país de origem, decreto imposto no dia 30 de dezembro de 2020 para viajantes com entrada ao Brasil.

No estado da Flórida por exemplo, responsável por receber um enorme volume de turistas brasileiros, é possível encontrar os testes de RT-PCR disponíveis em alguns de seus aeroportos principais, onde o viajante poderá realizar o teste antes de embarcar, a um custo de até R$ 150 por passageiro.

Para aqueles que não pretendem realizar a testagem no próprio aeroporto, o governo da Flórida disponibiliza ainda um site com a relação de pontos de testagens em todas as cidades, onde é possível verificar o local exato onde o teste está sendo feito, o tipo de teste, o horário de atendimento entre outras informações importantes!

⚠️ Atenção: qualquer pessoa que não forneça esses registros ou se recuse a fazer o teste em ambos os destinos não poderá embarcar. Um resultado de teste positivo também é um impedimento automático para viagens.

? MEDIDAS DE SEGURANÇA:

Prevenção é a principal medida para o combate à Covid-19. Portanto, regras cada vez mais rígidas vem sendo estabelecidas no setor do turismo, como o rastreamento de passageiros através de aplicativos, novos protocolos de higiene profunda em hotéis e claro, checagem de temperatura no momento do check-in, justamente para proporcionar aos visitantes uma viagem segura e sem neura.

Porém, cabe também aos viajantes contribuírem fazendo a sua parte de maneira efetiva e respeitando rigorosamente os protocolos já estabelecidos pelos órgãos de saúde mundiais, tais como:

– Uso de máscara.
– Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos.
– Mantenha o distanciamento social.
– Não compartilhe objetos de uso pessoal.
– Lavar as mãos com sabão, sempre que possível. Quando não puder lavar, utilize álcool em gel para higienização.

⚠️ Atenção: as fronteiras dos Estados Unidos com o Brasil permanecem ainda fechadas para o turismo. Porém, as regras acordadas devem ainda permanecer e se tornar uma realidade do viajante durante uma possível flexibilização.

Nós da Tio Orlando Viagens, esperamos que esta retomada seja feita de maneira eficiente e principalmente segura, para que possamos levar de volta um pouco de magia aos nossos passageiros tão queridos! ? #boracomtioorlando

Desenvolvido por

eMutua - Criando negócios digitais
Whatsapp