O clássico infantil “Dumbo”, originalmente lançado em 1941, volta às telas de cinema em 2019, com uma versão com atores interagindo com o elefantinho orelhudo. A produção de Tim Burton ganhou seu primeiro trailer nesta quarta-feira:     O live-action tem lançamento marcado para março de 2019! O trailer não revela muitos detalhes, mas já é o […]

  Depois de passar por vários países, 2016 será a vez do Brasil receber a tão aguardada exposição “O Mundo de Tom Burton”.   A exposição estreou no Museu da Arte Moderna em Nova York, e recebeu um número estimado de 810,500 visitantes, tornando a terceira exposição mais popular da história do museu. Atrás apenas […]

O cineasta e roteirista Tim Burton, famoso por seu trabalho em sucessos consagrados como Edward Mãos-de-Tesoura, Ed Wood e Alice No País das Maravilhas, vai dirigir agora uma versão live-action do clássico Dumbo. A informação é do site The Wrapt, que divulgou com exclusividade o novo trabalho do diretor com a Disney Pictures.   Dumbo […]

Os estúdios Disney começaram a desenvolver uma sequência de sua bem-sucedida adaptação cinematográfica ‘Alice no País das Maravilhas’, um filme de Tim Burton que arrecadou desde sua estreia em 2010 mais de US$ 1 bilhão no mundo todo, informou o site da revista ‘Variety’.

A trama da segunda parte do filme está a cargo de Linda Woolverton, que já trabalhou nos roteiros de clássicos da Disney como ‘A Bela e a Fera’ e ‘O Rei Leão’.

Não foi informado qual será o cenário da história que dará continuidade à viagem de Alice (Mia Wasikowska) a esse lugar mágico onde combateu a Rainha de Copas e conheceu o Chapeleiro Louco, interpretado por Johnny Depp.

‘Alice no País das Maravilhas’ foi distribuído em 3D e reconhecido com os prêmios Oscar de Melhor Direção de Arte e de Melhor Figurino.

Fonte: Globo.com

Tio Orlando: por dentro de tudo que acontece no mundo Disney e Orlando!

Pepe era um vira-lata fofo e branco que vivia com sua família num subúrbio da Califórnia. Seu dono era Timothy, um garoto tímido e com jeito de cientista maluco, que adorava filmes de terror e fazia suas próprias produções em super-8.

Tim nunca colocou Pepe para atuar em suas criações porque o cãozinho era doente e muito frágil. Tinha cinomose. E, de repente, morreu. “Foi quando eu descobri a morte. Minha relação com ele era forte, como o primeiro amor. Tinha uns nove anos. Nunca tinha vivenciado um sentimento tão puro… E, então, veio a tragédia.”

A perda marcou tanto o menino que, quase 50 anos depois, ele decidiu fazer um filme baseado na experiência. Este é “Frankenweenie”, de Tim Burton, que estreia hoje!

É um dos trabalhos mais autobiográficos feitos pelo criador de “Edward Mãos de Tesoura”, “A Noiva Cadáver” e “Sweeney Todd”. Conta a história do garoto Victor que, depois de perder seu cachorro, consegue ressuscitá-lo –só que em formato Frankenstein.

“O filme se refere a vários períodos do meu passado, a tudo que tinha sentido para mim quando criança. Tem a ver com o cachorro, mas também com Burbank [cidade onde nasceu], minha escola, meus professores”, disse o cineasta, de óculos escuros e sempre vestido de preto, à Serafina, em Los Angeles. “Sentimentos perturbadores podem ser bons quando são enfrentados. Essa foi a chave.”

A ideia do filme estava mofando na cabeça e na gaveta de Tim há décadas. Em 1984, o cineasta ainda desconhecido já havia filmado a história em um curta-metragem com atores, também para a Disney, que nunca foi lançado.

Agora, a alegoria de seu primeiro amor chega numa mistura inusitada das técnicas preto e branco, 3D e “stop motion” (animação fotografada quadro a quadro), feita com bonequinhos.

No cinema, Pepe mudou de nome. Virou Sparky. E até trocou de raça. É (ou, pelo menos, parece) um bull terrier. O cachorro foi o primeiro boneco criado para o filme. Tim queria que ele se mexesse e agisse como um bicho de verdade. A partir do tamanho dele, que mede 10cm, foi estabelecida a escala para os outros personagens.

Doze Sparkys e 17 Victors, o garoto dono do cão, foram criados para o filme. Ao todo, eram 200 bonecos, todos de silicone e látex. Vários deles precisavam de “dublês” porque muitas cenas eram feitas ao mesmo tempo (um animador só consegue produzir cinco segundos de filme por semana) e, às vezes, os personagens se “machucavam”. Um hospital de bonecos foi montado no set. E estava sempre lotado.

Com o filme e seu Sparky de olhos esbugalhados, Tim achou um jeito de imortalizar o amado Pepe. “Tem gente que acha que a trama ficou muito ‘dark’. Mas, no fundo, é só aquela velha história de um garoto e seu cachorro.” Com um toque de Frankenstein.

Fonte: UOL

De sexta a domingo é o fim de semana Frankenweenie em Downtown Disney! O evento consiste na exibição de “The Nightmare Before Christmas” e “Alice no País das Maravilhas”, cada um com cerca de 8 minutos de exibição em 3D! Os ingressos são apenas US$ 6. Você poderá abraçar, cumprimentar e pegar autógrafos de Jack & Sally de “The Nightmare Before Christmas”. Também haverá mercadorias e guloseimas “Frankenweenie”!

No sábado e domingo, a Disney Downtown AMC 24 também vai apresentar 4 exibições de “Frankenweenie”, em RealD. O filme estréia dia 5 de outubro.

Veja o trailer abaixo: