11 de setembro de 2001 – Um dia que o mundo jamais esquecerá!

 

Nesse dia triste da história do mundo, o que aconteceu nos parques da Disney?

 

Na sequência dos ataques terroristas da manhã no Pentágono, no World Trade Center em Nova York e no ar sobre a Pensilvânia, em Walt Disney World Resort na Flórida e em Disneyland Resort na Califórnia, não houve incidentes.

 

Todos os hotéis de ambos resorts permaneceram abertos e ofereceram acomodações para os hóspedes que não podiam ir embora. As despesas telefônicas foram suspensas para que os hóspedes pudessem fazer contato com familiares e amigos.

 

Foi a segunda vez na história de Disneyland, que os portões foram fechados. A primeira vez aconteceu no assassinato do presidente Jonh F. Kennedy em novembro de 1963.

 

No Magic Kingdom, cerca de 5 a 10 minutos após o incidente, os Cast Members foram notificados do que deveriam fazer. Primeiro, desligar todas as atrações, fechar restaurantes e lojas. Foram estritamente proibidos de dizer aos visitantes o real motivo do fechamento dos parques. Tinham até um discurso simples, que lhes foi dado, para dizer aos visitantes caso tivessem perguntas.  A mensagem dada pelo sistema de auto-falantes dizia o seguinte: “Devido a circunstâncias fora do nosso controle, o Magic Kingdom está encerrado. Por favor, siga em direção ao Cast Member mais próximo.”

 

Em todo Walt Disney World, os Cast Members dos 4 parques foram instruídos a ficar de mãos dadas e formar uma parede humana e suavemente (sem tocar nos visitantes) caminhar em direção ao hub de cada parque e, eventualmente, em direção à saída. Isso forçou que todos os visitantes saíssem calmamente para fora do parque. Os seguranças de cada parede humana se certificaram de que ninguém ficou para trás. O tempo de evacuar milhares de visitantes dos parques temáticos foi menos de 30 minutos.

 

Em Disneyland Resort, as estações de alimentos e bebidas permaneceram abertas, sem qualquer custo para os hóspedes do Resort. AMC Theaters em  Downtown Disney ofereceu filmes grátis para os hóspedes do Resort. Devido a diferença de fuso horário, os parques temáticos da Califórnia ficaram fechados antes que qualquer visitante pudesse entrar.

 

Michael Eisner fez um comunicado aos Cast Members explicando os fechamentos da Disney. Ele terminou a nota com as seguintes palavras:

 

“Finalmente deixe-me dizer que a nossa empresa, em todo o mundo, continuará a operar neste mundo por vezes violento em que vivemos, oferecendo produtos que chegam ao maior e mais positivo lado da equação humana.”

 

Em memória de Carolyn Beug, ex-vice-presidente da Walt Disney Records, que era uma passageira no avião que atingiu o primeiro prédio do World Trade Center.

 

Com informações de This Day in Disney History e  The Huffington Post

 

 

 

 

 

 

Comentários